Ronco e Apneia

Ronco e Apneia

O ronco nada mais é do que o ruído produzido pela passagem do ar, quando as vias aéreas (faringe e laringe) se estreitam, fazendo com que ele vibre as estruturas da garganta enquanto dormimos. Ele costuma se manifestar em indivíduos que sofrem de congestão nasal, possuem obstruções nasais e nas vias aéreas, sobrepeso ou em crianças com amígdalas e adenoides grandes. Gestantes também costumam roncar, devido ao estreitamento das vias respiratórias e do sobrepeso.

Já a Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono (SAOS), é a parada da respiração por dez segundos, ou mais, durante o sono que leva a pessoa a acordar para respirar e equilibrar o nível de oxigênio. Por vezes, o indivíduo não sabe que acordou e nem que tem apneia, pois apenas sai do sono profundo, mas não chega a despertar completamente.

Consequências da apneia

Ao interromper o sono profundo, são desencadeados diversos problemas, uma vez que é nesta fase que ocorre a restauração e renovação das funções mentais, cerebrais, físicas e a produção de hormônios. Em alguns casos, a pessoa dorme horas suficientes, mas a qualidade do sono é baixa. Por conta disso, é comum que a pessoa que sofre de apneia tenha muito sono diurno e cochile diversas vezes durante o dia. Este é um fator que indica a alteração do sono noturno, pois, para que possamos descansar, o sono precisa ser restaurador.

Também são comuns queixas referentes a boca seca, dores de cabeça — que podem durar até duas horas após acordar — e a sensação cansaço, como se não tivesse dormido.

Os distúrbios do sono também causam alterações na memória e déficit de atenção. Quando se trata especificamente da apneia do sono, ela provoca uma importante queda no desempenho e aumenta o índice de acidentes em casa, no trabalho e, principalmente, no trânsito.

Além disso, a Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono (SAOS) também tem consequências sistêmicas, ou seja, pode causar hipertensão arterial e pulmonar, além de arritmias cardíacas, angina noturna e outras patologias. O número de pessoas com problemas cardíacos impressionam. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), 40% da população do estado de São Paulo sofre de hipertensão arterial.

No entanto, ela também pode atrapalhar os relacionamentos sociais e o desempenho no trabalho e nas tarefas cotidianas como dirigir, por exemplo. Nas crianças, a Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono pode afetar o rendimento escolar e atrapalhar o desenvolvimento das arcadas dentárias.

Causas da apneia

A apneia do sono é dividida em três tipos:

  • Apneia Central: a causa da parada respiratória é de origem neurológica, não havendo esforço respiratório.
  • Apneia Obstrutiva: quando há esforço respiratório, mas algum impedimento físico não deixa a respiração acontecer normalmente.
  • Apneia Mista: quando existem os dois fatores concomitantes ou alternados.

A predisposição genética para a apneia é uma das causas mais recorrentes, mas o estilo de vida e o sobrepeso também influenciam muito para o desenvolvimento do problema.

O ronco e a apneia costumam estar relacionados, já que ambos estão associados a diminuição do espaço aéreo superior por conta da redução do tônus muscular (frouxidão muscular) durante o sono. No entanto, nem todos os roncadores são apneicos.  

Diagnóstico

O diagnóstico é feito por meio de uma consulta médica e/ou odontológica, além de um exame chamado polissonografia (PSG), em que o paciente é monitorado enquanto dorme.  Durante a polissonografia também são avaliados o índice de apneia e é determinado o grau da doença.

Quais são os tratamentos disponíveis?

Existem vários tipos de tratamento. Cada vez mais tratamentos menos agressivos têm sido utilizados para proporcionar mais conforto e facilitar a aceitação do paciente pela continuidade do tratamento.

No entanto, dois têm se destacado por obter resultados de formas menos invasivas e mais naturais. A ortopedia funcional dos maxilares, por meio dos aparelhos PLG, tem se destacado como ótima escolha entre os demais, justamente por proporcionar resultados positivos.

O Programa de Distúrbios do Sono criado pelo consultório da Dra. Nélia Borges utiliza a ortopedia funcional dos maxilares e a complementa com o Kundalini Yoga. A junção de ambas tem proporcionado efeitos surpreendentes.

Isso porque o Kudalini Yoga é um conjunto de técnicas que trabalha o corpo e a mente de modo que fiquem equilibrados e funcionem de forma adequada. As técnicas deste tipo de tratamento podem auxiliar melhorando a respiração do paciente, além de fortalecer a musculatura que está envolvida na respiração nasal. Ele também melhora o vigor e a vitalidade, auxiliando o paciente a obter uma melhor qualidade de vida.

Se você suspeita que sofre de ronco ou de apneia do sono, entre em contato para agendar a sua consulta e, caso necessário, iniciar o tratamento!

Ortopedia Funcional dos Maxilares_

Ortopedia funcional dos maxilares

A ortopedia funcional dos maxilares é uma especialidade da odontologia que trata de problemas ósseos, musculares, alinhamento de dentes, problemas de articulação e funcionamento do maxilar. Normalmente, o desequilíbrio facial está relacionado a problemas como queixos para dentro ou salientes, dentes apinhados ou tortos, falta de espaço para a erupção de dentes, mordida cruzada, entre outros.

O ideal é tratar tais problemas o mais cedo possível, uma vez que o tratamento promove o crescimento e desenvolvimento ósseo e muscular, fazendo com que os resultados sejam melhores quando a arcada dentária ainda está em formação.

Quanto antes ele for iniciado, menores são as chances de precisar realizar procedimentos como extração de dentes, cirurgias e uso do aparelho fixo. No entanto, adultos também podem se beneficiar deste tipo de tratamento.

Qual a relação entre a ortopedia funcional dos maxilares e os distúrbios do sono?

Os aparelhos realizados na ortopedia funcional dos maxilares são móveis e remodelam as estruturas musculares da face por meio de estímulos sensoriais, resultando na melhora da funcionalidade da arcada dentária.

Consequentemente, estes aparelhos contribuem para a o tratamento de distúrbios do sono como a apneia ao:

  • desobstruir as vias aéreas;
  • produzir avanço gradual da mandíbula;
  • permitir movimentos laterais mandibulares;
  • possibilitar a estabilização da mandíbula (evitando que o paciente abra a boca e a língua atrapalhe a passagem do ar).

Diversos estudos já mostraram estes dispositivos são benéficos para o tratamento do ronco e da apneia do sono. Além disso, eles são confortáveis, não machucam e os pacientes geralmente se acostumam após duas semanas de uso. Por serem pequenos, podem ser facilmente transportados.

Normalmente são os familiares que avisam ao paciente que ele tem episódios de apneia. Se você suspeita que tem este problema e deseja o obter os benefícios que este tipo de tratamento proporciona, entre em contato!

Kundalini Yoga

Studio Yoga - Kundalini Yoga

O Kundalini Yoga é uma prática baseada em ensinamentos milenares da tradição da yoga, sem por isso ignorar as fronteiras mais modernas da Ciência e da Medicina. A aula de Kundalini Yoga é constituída de técnicas respiratórias (pranayamas), krya (poses), relaxamento e a pratica meditativa.

As aulas são semanais e possuem duração de uma hora e meia. É tempo suficiente para desintoxicar, relaxar e produzir mudanças neuroquímicas por meio dos exercícios de respiração e da movimentação do corpo e da mente ao longo da aula.

Apesar de vigorosas, as aulas são agradáveis, com grande tolerância por parte dos praticantes. Ao final de cada aula a prática meditativa proporciona à finalização do processo uma profunda calma e bem-estar.

A ciência vem investigando os resultados da pratica meditativa no cérebro, na mente e no comportamento das pessoas. Alguns hospitais, como o Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, já utilizam a meditação como tratamento complementar de patologias endócrinas (diabetes e disfunções tireoidianas) e também na área de Transtornos de Ansiedade (ansiedade, fobias e depressão).

Existem diversas pesquisas e protocolos médicos para distúrbios do sono relacionados as práticas do Kundalini Yoga, inclusive no Center for Mind-Body Medicine e no Harvard Medical School Associate Neuroscientist, division of sleep and circadian Disorders.

Cada vez mais a pratica da yoga tem dialogado com a ciência para se tornar uma opção quando o intuito é o bem-estar físico e mental.

Aqui na clínica, a Ortopedia Funcional dos Maxilares e a Kundalini Yoga são combinadas para fortalecer toda musculatura do corpo, inclusive o pescoço e a face, proporcionando benefícios físicos, mentais e até mudanças no comportamento que influenciam na qualidade do sono.

Se você se identifica com este estilo de vida, entre em contato para saber mais sobre este tratamento!